Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

TECNOLOGIA A SERVIÇO DO CAVALO CRIOULO

21 de junho de 2012 0

Há alguns anos a cena seria inacreditável. Imagine um galpão com várias baias de cavalos da raça crioula. Num canto do recinto uma mesinha com computador, equipamento para realizar um raio x e vários outros apetrechos utilizados para saúde e o bem estar dos animais. Afinal estamos falando dos cavalos que participam das provas do Freio de Ouro. Tratados como verdadeiros atletas, tem os cuidados redobrados na semana que antecede uma competição. Confesso que fiquei boquiaberto com o profissionalismo que encontrei no centro de treinamento da Cabanha Água Funda, localizada a 12 km de Júlio de Castilhos, no Rio Grande do Sul.

Veterinário confere na hora o resultado do raio X

Quem nos deu as boas vindas foi o ginete Daniel Teixeira que hoje embarcou quatro cavalos para a etapa do Freio de Ouro, realizada em Carazinho, até o dia 24 de junho.

A equipe do Canal Rural Na Estrada acompanhou o trabalho do veterinário Rolando Perez que, desde 2003, se dedica a saúde dos animais de competição. Ele tem uma ambulância móvel que percorre vários municípios gaúchos e até cidades do Uruguai. Segundo ele, o profissionalismo hoje está tão grande entre os competidores que passa apenas quatro dias por mês em casa.

Só o aparelho que realiza o raio x no próprio local, sem precisar se deslocar a uma clínica, custa 75 mil dólares. Uma prova de que o Freio de Ouro virou um evento rentável, onde só sobrevive quem aposta no profissionalismo. Para Daniel Teixeira tudo certo. Os cavalos estão em ótimas condições e prontos para mais uma etapa.

Equipamento de raio X

Boa sorte!!!!!!

Envie seu Comentário